Bem vindo ao site de contabilidade da Auditorres

Área do Cliente

Área do administrador

8 tendências tecnológicas para 2019 que mudarão os negócios

Todas as empresas são diferentes e nada mais natural do que cada uma possuir seus próprios problemas

Autor: Aroldo GlombFonte: KAKOI Comunicação

Todas as empresas são diferentes e nada mais natural do que cada uma possuir seus próprios problemas. Analisando por este ângulo, podemos dizer que soluções tecnológicas sob medida são fundamentais e trazem uma resposta mais rápida e eficiente.

"É natural que diferentes empresas tenham distintos desafios, o que pode levá-las a crer que apenas soluções feitas em casa (home made) resolverão seus problemas específicos a contento. O que ocorre, de fato, é que essas soluções caseiras costumam ser eficientes no primeiro momento mas, com o passar do tempo, elas acabam se tornando ineficientes, inflexíveis e de alto custo de manutenção, além de aumentar o risco de brechas de segurança" explica Wilson Migotto, Consultor de Tecnologia da Ewave do Brasil.

Aceitação do mercado aumenta cada vez mais
Se antes havia alguma resistência por parte das empresas em sair das soluções convencionais e buscar algo mais avançado, o cenário atual já é diferente. Migotto observa que as empresas com maior grau de maturidade na disciplina de segurança de informações têm percebido o valor de se estabelecer parcerias com fornecedores de tecnologia que tragam as respostas aos seus desafios de segurança:

"Estas empresas querem se manter atualizadas e elas acompanham a evolução das técnicas e metodologias. Desta maneira conseguem garantir o atendimento aos seus requisitos de segurança em qualquer grau" explica.

Tendências para este 2019
Anualmente, o Gartner que é uma das mais conceituadas consultorias de TI do mundo listou o que será tendência em TI para este ano que estão divididas dentro da hoje conhecida Intelligent Digital Mesh, ou Malha Digital Inteligente em uma tradução livre.

As tendências:
- Sistemas autônomos
- Analítica aumentada
- Sistemas de desenvolvimento orientado por inteligência artificial
- Experiências imersivas
- Blockchain
- Espaços inteligentes
- Computação quântica
- Além da privacidade e ética digital.

"Cada caso é individual e sempre vai existir uma solução dentro destes pilares" finaliza Migotto.